Bem vindo

Roteiro da fé das igrejas de Salvador

Diz o folclore que Salvador tem 365 igrejas, uma para cada dia do ano. Segundo a Arquidiocese de São Salvador da Bahia, a Cidade possui atualmente um número bem maior, além das evangélicas e de templos de outros religiões. Nos bairros históricos as igrejas católicas amontoam-se e, em muitos casos, levam o nome delas. Em 1961, o distrito de Água Comprida, com suas igrejas históricas, foi emancipado com o nome de município de Simões Filho. Em 1962, foi a vez de Lauro de Freitas.

Salvador possui várias dezenas de templos de grande valor histórico e quatro basílicas: a do Mosteiro de São Bento, a da Conceição da Praia, a do Senhor do Bonfim e a Catedral, o maior templo jesuíta da América Lusitana. Algumas igrejas foram construídas no século 16 e muitas nos séculos 17 e 18. Não há como falar da Bahia sem se referir às suas igrejas.

Tendo sido a primeira capital do Brasil e ocupando esse posto por mais tempo, Salvador era o destino natural para as primeiras igrejas das ordens católicas no Brasil. As primeiras ordens a chegar foram a dos jesuítas (1549) e a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia (1549), mas existiam clérigos aqui antes da fundação da Cidade, durante a época de Vila.

É provável que a Igreja da Vitória tenha sido a primeira de Salvador. Inscrições lapidares indicam que as filhas de Caramuru casaram-se lá, em 1534. A Igreja da Graça teria sido a segunda. O Clero Secular chegou em 1551. Depois chegaram os Beneditinos (1585), os Carmelitas (1586) e os Franciscanos (1587).

A primitiva Igreja da Ajuda sediou a primeira catedral do Brasil, em 1552.

Até 1892, a Arquidiocese de São Salvador da Bahia era a sede da única Província Eclesiástica do Brasil e todas as instituições católicas do País eram a ela subordinadas.

Image description

Conheça o tour virtual

Mergulhe na história sagrada de SALVADOR visitando seus locais, histórias e personagens.

- xxx -

O projeto

O projeto tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, XXXXXXX e Secretaria de Cultura da Bahia

Produção

Apoio

2019 © Todos os direitos reservados.